A adolescência como experiência fronteiriça: do traumático ao patológico